Qual é o Time Mais Caro do Brasil 2023?










O futebol brasileiro é um dos mais ricos e competitivos do mundo, com clubes que disputam títulos nacionais e internacionais, além de revelar grandes jogadores para o cenário mundial.

Mas qual é o time mais caro do Brasil em 2023, considerando o valor de mercado dos jogadores, da marca, dos ativos e das receitas?

Qual é o Time Mais Caro do Brasil 2023?

Para responder a essa pergunta, vamos usar como base o estudo da Sport Value.

Que divulgou um ranking com os 25 clubes mais valiosos do país em fevereiro de 2023, levando em conta os seguintes critérios:

  • Ativo circulante: Caixa, aplicações financeiras e dinheiro a receber;
  • Ativos imobilizados: Estádio, centro de treinamento e outros imóveis;
  • Valor da marca: Tamanho da torcida, engajamento, potencial de consumo e potencial esportivo (investimento em jogadores com receitas da sua própria marca);
  • Jogadores (ativos intangíveis): Valor do plantel do time e gastos nas formações dos jogadores da base;
  • Direitos esportivos: Receitas garantidas (das competições que os clubes participam e direitos de transmissão).

Além disso vamos complementar as informações com dados sobre as folhas salariais dos clubes da Série A do Brasileirão em 2023.

Obtidos pelo site Minha Torcida, que mostram os gastos mensais com os salários dos jogadores e da comissão técnica.

Com base nessas fontes podemos elaborar o seguinte ranking dos 10 times mais caros do Brasil em 2023:

10º – Fluminense: R$ 6,5 milhões de folha salarial e R$ 1,1 bilhão de valor de mercado

O Fluminense se destacou no mercado de transferências, anunciando boas contratações e aproveitando oportunidades diversas.

O retorno de Marcelo, ex-jogador do Real Madrid, foi uma das grandes novidades.

Thiago Silva talvez se junte ao time, mas ainda não há negociações avançadas.

Com uma boa campanha na Série A, o Fluminense contratou reforços como Thiago Santos e Diogo Barbosa.

Equilibrado financeiramente, é uma equipe a ser observada.

9º – Santos: R$ 7 milhões de folha salarial e R$ 1,2 bilhão de valor de mercado

O Santos, clube tradicional, tem uma excelente escola de formação de jogadores.

Revelou talentos como Pelé, Neymar, Robinho e Ganso.

Em 2023, o Santos apostou em jovens como Kaio Jorge, Ângelo e Marcos Leonardo, mantendo a base anterior.

Contratações pontuais incluíram jogadores como Léo Pereira e Matheus Nascimento.

Apesar da folha salarial modesta, compensa com ativos intangíveis valiosos.

8º – Grêmio: R$ 9 milhões de folha salarial e R$ 1,4 bilhão de valor de mercado

O Grêmio, após reduzir custos, investiu em contratações de destaque como Suárez, Carballo e Cristaldo.

Jogadores renomados chegaram ao clube, que busca manter a folha atual.

Além disso, foram sondadas contratações como Michael, Diego Costa e Luan.

Um clube em ascensão no cenário nacional.

7º – Internacional: R$ 10 milhões de folha salarial e R$ 1,7 bilhão de valor de mercado

O Internacional, com histórico vitorioso, manteve a base de 2022 e se reforçou com Valência e Matheus Henrique.

Renovações contratuais incluíram jogadores importantes como Edenílson, Patrick e Yuri Alberto.

Com uma das maiores folhas salariais do país, o Internacional se destaca por sua marca e direitos esportivos.

6º – Atlético-MG: R$ 11 milhões de folha salarial e R$ 1,7 bilhão de valor de mercado

O Atlético-MG, investindo em nomes como Hulk e Nacho Fernández, contratou reforços como Patrick, Edenílson e Matías Viña em 2023.

Mantendo o técnico Cuca, vencedor da Libertadores em 2024, o clube possui uma das folhas salariais mais altas do país.

O valor de mercado do clube é impulsionado por seus jogadores e torcida fiel.

5º – São Paulo: R$ 12 milhões de folha salarial e R$ 1,8 bilhão de valor de mercado

O São Paulo, com histórico de conquistas, apostou em retornos como Miranda, Daniel Alves e contratações de jovens talentosos.

Experientes como Gabriel Sara e Brenner se somam aos reforços do clube.

Uma das maiores folhas salariais, o São Paulo valoriza sua marca e ativos imobilizados.

…continua…